Curitiba ganha uma nova opção de casa noturna sertaneja

Curitiba sempre foi um polo central do sertanejo. Embora Goiânia e o interior do Paraná sejam um ‘fornecedor’ constante de artistas do meio, a capital paranaense consome o estilo musical com muita frequência. Tanto que as principais casas noturnas e festivais sertanejos passam por aqui. E agora a cidade ganhou uma nova opção.

Desde a metade de setembro, o Villa Batel, a nova ‘moradia’ sertaneja está funcionando na esquina onde funcionava o bar ‘Aos Democratas’. O conceito do local, no entanto, é um pouco diferente dos tradicionais aqui, misturando um barzinho com balada.

Em um ambiente, mesas e cardápio estilo de boteco, com petiscos. Em outro, um espaço reservado para shows, tanto acústicos, com voz e violão, de quarta à sexta-feira e também bandas, com início às 23h30. Tudo isso por um valor simples de entrada, de R$ 9.

Mas, mais do que trazer este novo estilo de casa noturna para o meio sertanejo, é mais uma oportunidade para cantores locais. O Villa Batel procura artistas de todo o país e que estão começando a carreira para se apresentarem. Mas o foco principal são justamente os curitibanos. Nas últimas duas semanas, quem subiu ao palco principal foi Monique Benoski, que você já conheceu a história dela por aqui.

Aos poucos, o local vai começando a ser conhecido e ganhando o gosto do público, que ganha uma nova opção, mas agora sem a necessidade de ir para a ‘muvuca’ da balada para se divertir. Mercado para isso, certamente tem.

Neste sábado, Bruno e Barretto se apresentam na Rodeo County Bar, enquanto Loubet é a atração no Wake Music Hall, em Colombo.
Tags: Bruno e BarrettoLoubetNotíciastravel
Pular para o conteúdo principal